APACI – Associação Paulista de Cineastas | Lais Bodanzky

Lais Bodanzky

Laís Bodanzky dirigiu seu primeiro longa-metragem em 2000: Bicho de 7 Cabeças, com 47 prêmios nacionais e internacionais. Seu segundo longa, Chega de Saudade é uma coprodução com o Canal ARTE da França e venceu Melhor Filme em Tout Ecran Geneve e outros 20 prêmios no Brasil e no exterior. A abertura de seu terceiro filme, As Melhores Coisas do Mundo, aconteceu no Festival de Roma onde foi muito bem recebido, na seqüência foi lançado em toda a Itália. O filme ainda venceu como Melhor Filme no FICI Madrid e 17 prêmios em outros festivais.

 

Principais filmes

As Melhores Coisas do Mundo

 

asmelhorescoisasdoundoDireção Laís Bodanzky
Roteiro Luiz Bolognesi
Elenco Zé Carlos Machado, Gustavo Machado, Gabriel Illanes e Julia Barros
Apresentando Francisco Miguez e Gabriela Rocha
Produtores Caio Gullane, Fabiano Gullane, Debora Ivanov e Gabriel Lacerda
Direção de fotografia Mauro Pinheiro Jr.
Direção de arte Cássio Amarante

 

 

Sinopse

O protagonista Mano é um adolescente que enfrenta as dificuldades típicas da passagens da infância para o mundo adulto. Um acontecimento inesperado na família torna sua vida na escola um verdadeiro pesadelo e o obriga a realizar um mergulho profundo para descobrir quem, de fato, ele quer ser.
Inspirado na série de livros Mano, de Gilberto Dimenstein e Heloísa Pietro.

 

Chega de Saudades

 

chega-de-saudadesDireção Laís Bodanzky
Roteiro Luiz Bolognesi
Elenco Betty Faria, Cássia Kiss, Clarisse Abujamra, Conceição Senna, Jorge Loredo, Leonardo Villar, Luiz Serra, Marcos Cesana, Maria Flor, Marly Marley, Miriam Mehler, Paulo Vilhena, Selma Egrei, Stepan Nercessian, Tônia Carrero
Produção Caio Gullane, Fabiano Gullane, Débora Ivanov, Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi
Direção de fotografia e câmera Walter Carvalho, ABC
Direção de arte Marcos Pedroso
Montagem Paulo Sacramento

 

Sinopse

O filme se passa num salão de baile, tendo uma única unidade de tempo e espaço. Conta a história de um grupo de meia-idade, que se reúne semanalmente num clube de dança no bairro paulistano da Lapa. Lá, se divertem ao som de uma orquestra, da qual faz parte um par decrooners (um deles é Elza Soares). A sonoplastia é controlada por um jovem (Paulinho Vilhena), que leva sua namorada (Maria Flor) para conhecer o baile. A garota quebra a rotina do lugar, provocando ciúme, quando cortejada por um assíduo frequentador (Stepan Nercessian).

 

Bicho de Sete Cabeças

 

bichodesetecabecasDireção Laís Bodanzky
Roteiro Luiz Bolognesi
Elenco Altair Lima, Caco Ciocler, Cássia Kiss, Gero Camilo, Jairo Mattos, Linneu Dias, Luis Miranda, Marcos Cesana, Othon Bastos, Rodrigo Santoro, Valéria Alencar
Produção Sara Silveira, Caio Gullane, Fabiano Gullane, Luiz Bolognesi, Marco Müller
Produção executiva Maria Ionescu, Fabiano Gullane
Direção de produção Caio Gullane
Direção de arte Marcos Pedroso
Direção de fotografia Hugo Kovensky

 

Sinopse

Com uma linguagem que combina documento e ficção, brutalidade e poesia, Bicho de Sete Cabeças é uma poderosa denúncia do sistema manicomial brasileiro e, ao mesmo tempo, um manifesto em favor da liberdade, que resiste nas situações mais extremas.

Filmografia

2007 - Person
Documentário, 73 min

1996 - Almoço Executivo
Ficção, 14min